sexta-feira, 29 de outubro de 2010

Pesquisa USP queima ratos - teste inútil e cruel

Proteste: 

Se você não concorda com os testes cruéis e desnecessários em animais (vivissecção) ajude a protestar (instruções abaixo)

Proteste: pesquisa da USP queima ratos em teste inútil e cruel.Ratinhos foram torturados, privados de alimentação, queimados e assassinados nos laboratórios (nos porões e calabouços) da USP de forma cruel em nome da ciência, vítimas da vivissecção. E toda esta crueldade para chegar a uma conclusão previsível: a de que os animais (e homens) se recuperam melhor de queimaduras se estiverem melhor alimentados. Será que estes pesquisadores picaretas (de jaleco branco) da USP não sabem que uma boa alimentação, seja à base de proteínas ou carboidratos não é absolutamente necessária para a recuperação da saúde de todo os seres vivos, principalmente os debilitados?
Enquanto que nos EUA e Europa os testes em animais estão sendo abolidos, pesquisadores sem escrúpulos ou ética, no Brasil, continuam seus atos covardes, macabros e inúteis (que inclusive retardam o progresso da ciência), praticando estes atos bárbaros aos animais, inclusive desrespeitando as leis e a constituição federal (vejam o art 255 da constituição).
A matadora de ratos, vivisseccionista responsável por esta pesquisa ?brilhante- , Sra, Bruna Cecilia Caixeta de Oliveira, ainda recebe bolsa de Instituições de pesquisa de nosso país. Certamente o dinheiro seria mais bem usado em campanhas contra a fome ou melhorias no saneamento básico para a população carente.
----------------------------------
PROTESTE JÁ:

Se você não concorda com os testes cruéis e desnecessários em animais (vivissecção) ajude a protestar. Há métodos modernos substitutivos que podem ser usados. Para reforçar seus argumentos vejam estes sites:
 http://www.1rnet.org/
 http://www.fbav.org.br/ (Frente Brasileira para a Abolição da Vivissecção)
---------------------

AÇÃO URGENTE:
Enviem mensagens de protesto contra o uso de animais em pesquisas (vivissecção) para:
1) A vivisseccionista raticida Bruna Cecília Caixeta de Oliveira

 bruna.caixeta@usp.br bruna.caixeta arroba usp.br
2) Para a Ouvidoria da USP  ouvidor@usp.br ouvidor arroba usp.br

3) Para Ouvidoria da FAPESP  ouvidoria@fapesp.br ouvidoria arroba fapesp.br

fonte: http://prod.midiaindependente.org/pt/blue/2010/10/479965.shtml

quinta-feira, 28 de outubro de 2010

Maus-tratos a animais terá punição em Sorocaba

Agência BOM DIA
De advertência à multa de R$ 2 mil é a punição prevista para quem for flagrado maltratando animais em Sorocaba. Isso é o que pede o vereador João Donizeti Silvestre (PSDB) em projeto de lei apresentado dia 21 de outubro, na Câmara de Sorocaba.
A proposta define como maus-tratos e crueldade as ações diretas ou indiretas capazes de provocar nos animais a “privação das necessidades básicas, sofrimento físico, medo, estresse, angústia, patologias ou morte”.
Segundo o vereador, o objetivo é “adequar o município à legislação federal de proteção ao meio ambiente, especificamente no que tange à proteção dos animais”.
João Donizeti disse ainda que o projeto  procura especificar as diversas formas de maus-tratos contra os animais, o que, na sua opinião, facilita o enquadramento dos infratores.
 Se houver a necessidade de aplicação de multas como advertência, o valor é reajustado anualmente com base no INPC (Índice Nacional de Preços ao Consumidor) do IBGE.
Os  animais a serem protegidos são aqueles que  abrangem  a “fauna urbana não domiciliada (felinos, caninos, equinos, pombos, pássaros, aves); os animais de produção ou utilidade (ovinos, bovinos, suínos, muares, caprinos); os animais domesticados e domiciliados, de estimação ou companhia”.
 Também estão na lista a “fauna nativa,  exótica e  os grandes e pequenos primatas, anfíbios e répteis; os pássaros migratórios”, acrescenta o vereador.

Em Tatuí não temos lei  municipal que proteja os animais, pressione o vereador que você conhece para que apresente projeto de lei semelhante ao de Sorocaba.

terça-feira, 12 de outubro de 2010

Desabafo da protetora

DESABAFO DA PROTETORA RAQUEL -
O desabafo da Raquel de São Paulo é o nosso também. Em tatuí somos pelo menos 20 protetores autônomos, não recebemos nenhum apoio da Prefeitura porque não estamos organizados, ainda não, no projeto do Abrigo Muncipal que estamos trabalhando, vamos incluir que a prefeitura assuma a ração e veterinário .
Raquel   -   Sabe cansei de pedir mutirão para o bairro água funda, cansei de resgatar cães e gatos NINHADAS  das ruas,favelas cortiços , e ficar pedindo esmolas aqui para castrar um e outro pedindo quem fique apenas com um ou outro ANIMAL,agora vou decidir o  o que fazer,pois acho que  cuidar dos animais de rua é um dever do estado e da Prefeitura  é humilhante ter que ficar implorando uma coisa que é de direito,a prefeitura ajuda mais só se os animais estiverem apenas em um local e este não é o caso aqui,é uma ninhada  aqui outra em outro local,por isso acho que para começar tem que haver um mutirão neste bairro  urgente,fui nas reuniões da Probem que foi apenas uma ainda, mais ainda nada chegou a este bairro e os amontoados de animais continuam nas rua procriando,alguém da imprensa pode vir aqui
fazer uma matéria  do descaso para  com os animais assim quem sabe alguém tome uma providencia?????????Raquel  Rignani