quinta-feira, 7 de abril de 2011

Alimentos que cão e gato não pode comer - Atenção

Alimentos que cão e gato não pode comer - 
Atenção
1. Entenda que, mesmo se for seguro para você comer um determinado alimento, isto não significa que seu cachorro deve comer dele também.

2. Familiarize-se com os alimentos humanos mais comuns que são venenosos aos cães (e alguns para gatos):

* Chocolate contém theobromina (um derivado da metilxantina). É venenoso e pode ser fatal ao cachorro. Sintomas de envenenamento por chocolate vão de vômito, diarréia, falta de fôlego, micção frequente, sede, convulsões, hiperatividade, arritmia cardíaca e possivelmente morte. O efeito negativo depende da qualidade, quantidade e do peso do animal.<ref>"Death by Chocolate?" in Veterinary Technician, March 2001 (PDF file)</ref>

* Café/cafeína têm o mesmo efeito que o chocolate. Cafeína, como a teobromina, é um derivado da metilxantina com efeitos similares em cães.

* Álcool pode causar vômitos, diarréia, falta de coordenação, apnéia (falta de fôlego), acidez no sangue, coma e morte, assim como nos humanos. A diferença é que cães são menores (o peso do animal afeta o efeito de venenos e remédios) e menos adaptáveis, sendo assim mais sucetíveis a intoxicação.

* Cebolas, alho e cebolinha de todos os modos (secos, frescos, cozidos) contém tiosulfato, que irrita o trato gastrointestinal do cão. Uma dosagem relativamente alta (600-800g) em uma única refeição ou ao longo de alguns dias pode danificar os glóbulos vermelhos (anemia hemolítica)<ref>"Onion and garlic poisoning in dogs/" in Petalia.com.au</ref>.

* Nozes de macadâmia (tanto cruas quanto torradas, assim como manteiga de macadâmia) contém uma toxina desconhecida que causa dificuldades motoras: fraquezas, falta de fôlego, tremores e membros inchados.<ref>"The danger of macademia nuts" inPetalia.com.au</ref>. Macadâmia é comum em cookies, logo tome cuidado com o que dá de comer a seu cachorro.

* Uvas e uvas passas - podem causar insuficiência renal <ref>"Grape and raisin poisonings in Dogs"</ref>. Não se sabe qual a substância das uvas que causa estes efeitos. Uvas passas são encontradas em diversos biscoitos e bolos.

* Abacate - a substância chamada de persina pode causar vômitos, diarréia e problemas cardíacos.

* Fermento - presente em massas de bolos e pães antes de cozinhar. O fermento vai continuar a crescer no estômago de seu cão e pode causar inchaços, gases (lembre-se de que cães não conseguem arrotar) e até ruptura dos intestinos e estômago.

* Carne e ovos crus - assim como nos humanos, estes alimentos podem conter as bactérias salmonella e E. coli. Ovos crus contém uma enzima (avidina) que pode causar problemas de pele e pêlo no cão.

* Leite - cães não têm muita lactase, a enzima que digere a lactose, e o consumo de leite de vaca pode causar inchaços, diarréia e outros problemas digestivos.

* Xilitol - pode causar falha do fígado pelo excesso de liberação de insulina, vômitos, letargia e perda de coordenação. Não demora para que os sintomas da insuficiência hepática sejam visíveis - em alguns dias. Tome cuidado pois a substância está presente em vários produtos, como doces, chicletes, pasta de dentes e alguns alimentos assados.

* Alguns ossos podem sufocar, ou podem quebrar em lascas que ficam alojadas no trato digestório. Ofereça ossos longos e com tutano, pois são menos propensos a quebrar, ou ossos artificiais que degradam devagar<ref>"Feeding Dogs Bones - Is it safe?"</ref>.

3. Verifique os alimentos que compartilha com seu cão com cuidado. Muitos destes ingredientes estão presentes em biscoitos, pães, bolos, conservas e outros alimentos processados. É muito importante tomar cuidado com o que dá a seu cão para evitar estes alimentos venenosos.

4. Dê a seu cão uma dieta saudável e balanceada. Vefirique os alimentos apropriados para seu tipo de cão e faça visitas regulares ao veterinário para verificar se seu cão está em boa forma.

5. Minimize os lanches da mesa dos humanos. Isto encoraja maus hábitos no cão e no humano, e borra a linha entre quais alimentos são bons e quais são ruins para o cão.

6. Contate seu veterinário imediatamente se ver algum sinal de fraqueza, envenenamento, falta de coordenação, letargia, espuma na baba ou qualquer outro comportamento incomum vindo destes alimentos. Como em qualquer caso de envenenamento, a demora pode ser fatal, portanto não hesite.

Fonte - http://forum.darkside.com.br/vb/showthread.php?t=23655

Alimentação: tudo o que os cães não devem comer jamais

Chocolate, cebola e passa são alguns dos alimentos que devem passar longe do prato de comida do seu cão. Os problemas de saúde decorrentes de alimentação inadequada podem ir desde desarranjos intestinais, taquicardia e anemia até convulsões, depressão do sistema nervoso ou mesmo a morte. Veja a seguir uma de uma lista de comidas que não devem ser oferecidas aos cães sob nenhuma hipótese:
Bebidas Alcoólicas
Muitas vezes são adocicadas e podem atrair cães e gatos, mas podem induzir uma intoxicação séria e às vezes fatal. Sinais e efeitos colaterais: Descordenação, Excitação, Depressão, Urinar excessivamente, Respiração lenta, Ataque cardíaco e morte.
Abacate
Folhas, semente e a fruta do abacate contem uma substância tóxica chamada persina. Pode causar desarranjo gastro-intestinal.
Café (todas as formas)
Café contem componentes perigosos que podem causar danos ao sistema nervoso e sistema urinário, além de ser um estimulante cardíaco.
Cascas de batatas
Batatas e tomates contem uma substância chamada solanina e outro alcalóides. Se ingeridos em grande quantidade, podem gerar salivação excessiva, desarranjo do trato gastrointestinal, perda de apetite, depressão do sistema nervoso central e outors sintomas. Evite.
Cebola
Cebolas contêm tiosulfato. Cachorros sensíveis a cebola podem desenvolver anemia. Felizmente todos os cachorros se recuperam quando não ingerem mais cebola.
Chocolate (todas as formas)
Chocolate contem teobromina, um composto diurético e estimulante do coração. Sinais: Excitação inicial, beber e urinar excessivamente, vômito e diarréia. Chocolate pode causar ritmo cardíaco acelerado, podendo levar a convulsões ou mesmo morte.
Comidas estragadas ou mofadas
Muitos tipos de mofo contem uma toxina chamada aflatoxina. Pode causar vômito/diarréia, tremores musculares, descordenação, febre, salivação excessiva e danos ao fígado.
Comidas gordurosas
O problema principal destes alimentos é um desarranjo gastrointestinal e, em alguns casos pode culminar em uma pancreatite. Pode ser fatal em alguns animais e é quase sempre causado por comidas muito gordurosas como bacon.
Noz macadâmia
A macadâmia contem uma toxina desconhecida que pode afetar os músculos, o sistema digestivo e o sistema nervoso de cachorros. Já foram registrados casos de paralisia.
Uvas e uvas passas
Existem casos registrados de apenas 6 (seis) uvas ou passas causando insuficiência renal aguda. A toxina não foi identificada ainda.
No caso de intoxicação sempre leve ao veterinário mais próximo. Nunca deixe medicamentos ao alcance de animais.
Fonte: ANDA – Agência de Notícias de Direitos Animais

Campanha nacional permanente - “Fecha canil do CCZ - Tortura nunca mais” Eu aderi. (cole o slogan/link no email, blog, seja criativo)

5 comentários:

Anônimo disse...

Só pra dizer que cães conseguem arrotar,sim...a minha arrota como gente;até falei com a vet,pq tbm achava que cães nãop arrotassem.
O fato de um cão arrotar pode estar ligado a rapidez com que come,algum problema digestivo ou simplismente por estar saciado.

Anônimo disse...

Daí se vê a certeza na fonte. Se for assim, cachorro só poderá comer arroz e ração. Arroz sem sal e sem alho.

Cristina Reis disse...

Muito bom o Blog. Uma grande informação de utilidade pública. Vou repassar com todo prazer.

Anônimo disse...

Meu gato está com diarreia já faz mais de 10 dias, eu acho que foi porque dei ovo cru pra ele.como posso reverter isso?
por favor me ajudem

Anônimo disse...

Como assim os animais vivem de arroz e feijao e agua eles prescisam comer outras coisas porque comprar raçao diferente todo nao da