domingo, 18 de setembro de 2011

CCZ e UFG - Infernos para os animais em Goiânia - Goias

Animais doados pelo CCZ de Goiãnia para a Faculdade de Medicina da UFG, para serem alvos de estudos sem anestesia. Vejam a situação dos animais, uns vão comendo os outros, enquanto espera chegar a sua vez de ser usado em vivissecção, outros já foam estudados, e, foram jogados sem parte das peles, em estudos de dermatologia. Lourdes  lourdesfrabelo@hotmail.com

Olá Lourdes 17 setembro 2011

Faço parte de um grupo de proteção animal de S. Paulo e recebi este e mail sobre cães que eram usados p/ experiência na UFG.- Universidade Federal de Goias.

Eu gostaria de saber se este absurdo ainda ocorre, caso ainda aconteça vamos nos mobilizar contra estas atrocidades! - Obrigada - Teresa Cristina    



Lourdes - 17 setembro 2011
Ainda continua acontecendo sim. Eu entrei com uma representação em 2004, o promotor arquivou. Entrei de novo em 2008, o procurador do MPF, tambem arquivou, agora entrei de novo, no MPE, e, tivemos uma audiencia na semana passada, e, o promotor disse na nossa cara, que não acha nada demais. Todos os dias, o diretor do CCZ, Geraldo Rosa, envia gatos e cachorros para a UFG, para serem estudados na faculdade de medicina. Tem até segurança armado lá, para nao nos deixarem entrar, para fotografar. aqui em Goiaãnia, nao tem promotor, procurador, corregedor, que faça alguma coisda, já fui em todos, quem manda aqui, são os politicos, que, nada fazem tambem. O prefeito de Goiania, Paulo Garcia do PT, nao nos recebe, o CCZ é municipal,  ele é candidato à reeleição. aqui nao existe lei pra ser cumprida, existe coroneis, que mandam em Goiania inteira, inclusive no judiciario. Coisas bem piores, estão acontecendo no zoologico, mas nao consigo fazer nada. Fui diretora lá, e fui exonerada, p denunciei. Acesse por favor meu site,www.biodefesa.org.br, clique em materias e noticias anteriores, e, em denuncias, tem muita denuncia lá, com provas.
####
José Franson - O que fazer?
1 - Urgente - Os amigos que souberem o que podemos fazer, se tiverem uma luz, por favor e por amor, vamos tomar iniciativas que coloque um fim nesta calamidade de barbarismo que envergonha a nós todos.

2 - Urgente é lutarmos com todas nossas forças, sem tréguas, para fechar todos os canis de CCZ no Brasil, são eles que enviam nossos amigos para as faculdades de medicina e veterinária em todo Brasil. Todos os canis de CCZ são verdadeiros campos de concentração, incompatíveis com sociedades civilizadas. A culpa de continuarem existindo não é só dos prefeitos, é minha, sua e de toda sociedade. Como fechar todos os canis? Já temos o instrumento de luta, um projeto viável, simples, sem burocracias e barato. Bem vindo aos grandes desafios!!! "Projeto postos veterinários de proteção aos animais". Veja aqui - Protetor,torne-se um especialista no projeto, lute por ele. Sinta no olhar de cada animal que encontrar o agradecimento pela sua decisão ética e de compaixão.
Veja também -
CCZ Goiânia inicia matança generalizada
Desespero em Goiânia - CCZ e Leishmaniose
Porque fechar todos os canis de CCZ













###

Segue abaixo a resposta apresentada pela Faculdade de Medicina e da Comissão de Ética da UFG sobre esse assunto:

Faculdade de Medicina - UFG
A denúncia apresentada refere-se a fato antigo, cuja defesa já foi apresentada pelo Dr. Heitor, então diretor da Faculdade de Medicina da UFG.
A foto e a argumentação apresentadas na época evidenciam como os cães nos chegam, e não como são tratados por nós. E se "esses seres que não podem falar por si mesmos", assim chegam, é porque a sociedade permite que eles assim se tornem.
Em outras palavras, toda a sociedade civil organizada (ou não) deveria atuar nesse tocante, a fim de evitar que haja ou se perpetue a produção em massa desses animais abandonados pela sociedade;
Os cães v� �m do Centro de Controle de Zoonoses de Goiânia, órgão oficial da Prefeitura Municipal, que tem a responsabilidade de controlar a população de cães abandonados pela sociedade, para manter as condições de saúde da própria sociedade, que não se admite, em pleno século XXI, adquirir raiva, por exemplo.
Este mesmo Centro de Controle de Zoonoses sacrificaria esses animais, em condições que nós, da FM-UFG, desconhecemos. O que nós, da FM-UFG conhecemos é a maneira como os tratamos: são recebidos em ambiente limpo, por tratadores treinados e atenciosos, são tratados com anticarrapaticidas e então encaminhados ao laboratório de práticas.
Nesta etapa contamos com profissional da área (médico veterinário) que supervisiona os trabalhos e cuida para que os ditames éticos, envolvendo animais, sejam cumpridos rigorosamente.
No laboratório de práticas, eles são pré-anestesiados, anestesiados, hidratados e, ao final dos procedimentos, são sacrif icados por eutanásia, sem sofrimento em nenhuma das etapas por que passam, e jamais retornam ao canil. Aqui também existe a assistência direta do médico veterinário nos cuidados clínicos e anestésicos dos cães.
O treinamento em animais é etapa fundamental para a formação médica. Nenhum modelo, até o presente, substitui o ambiente cirúrgico reproduzido no laboratório da Técnica Operatória, que deverá ser, inclusive, aprimorado para assemelhar-se mais ao ambiente cirúrgico dos centros hospitalares, especialmente quanto à restrição de pessoal não afeito ao serviço.
Resta-nos saber que espécie animal seria "autorizada" pela denunciante ou pela entidade que ela representa, para esse tipo de aula prática, imprescindível em nosso ponto de vista, ou se deveríamos empregar seres humanos para isso.
A Faculdade de Medicina/UFG franqueia a visitas para órgãos oficiais - promotores para que possa fazer vistorias nas condições de atendimento aos cães.  Estas denúncias de 2008 foram todas apuradas pelo Ministério Público e não houve nenhuma restrição para que continuássemos com as aulas.
Esperamos ter esclarecido o episódio e estamos à disposição para novos esclarecimentos.
Prof. Dr. Vardeli Alves de Moraes
Diretor da Faculdade de Medicina da UFG

Comissão de Ética no Uso de Animais - UFG 

A Universidade Federal de Goiás tem tomado algumas medidas para as quais gostaríamos de chamar atenção e que talvez possam ser úteis quando necessário for informar sobre a situação do uso e animais em nossa Instituição.
Dentre estas, destacamos:

1. A criação da Comissão de Ética no Uso de Animais, a qual avalia os projetos de pesquisa e de ensino que utilizam animais visando orientar pesquisadores e alunos para o uso ético dos animais, evitando abusos e sofrimentos para os mesmos.
2. A substituição, em praticamente todas as aulas práticas que utilizavam animais por alternativas, sejam estas vídeos, cadáveres de animais, simulação em computadores, aulas demonstrativas e várias outras alternativas. Cabe ressaltar que todas as alternativas usadas são cientificamente validadas não interferindo na qualidade didática das aulas práticas.

3. Em alguns casos, como aulas de cirurgia nas medicinas humana e animal é necessário o uso de animais para que os alunos adquiram a destreza para executar procedimentos em anestesia e cirurgia, bem como de cuidados pré e pós operatórios. Aqui, também, como em outras universidades de nosso país são utilizados cadáveres, bastidores de bordar, como complementos e alternativas aos animais n o inicio do procedimento.Todo o curso possui currículo específico  que deve ser seguido segundo as normas do MEC, e os alunos destas duas medicinas precisam destas aulas práticas a fim de que ao saírem da universidade atuem com competência para a segurança da população humana e animal.
4. Também são dadas, periodicamente, palestras aos professores e alunos das áreas de saúde, medicina veterinária sobre bem estar animal e o uso ético de animais. 

5. Temos sido bastante transparentes quanto aos procedimentos com animais usados em nossa Universidade, e temos levado essa pr eocupação junto ao Ministério Público Federal e Estadual, em diálogo continuado. 
Assim como a sociedade evolui em sua forma de pensar com relação aos animais a Academia também acompanha esta evolução e práticas citadas nos emails recebidos, bem como as fotos apresentadas que foram tiradas no passado, já foram condenadas há mais de três décadas em nosso meio científico e não refletem a realidade do uso de animais em nossa Instituição.

Atenciosamente
,Ekaterina Akimovna Botovchenco Rivera
Coordenadora Comissão de Ética no Uso de Animais-UFG
 

Atenciosamente,
Igor Rodrigues Vieira
Coordenador da Ouvidoria/UFG
Fone: (62) 3521-1149 / 1063
Fax: (62) 3521-1200
ouvidoria@reitoria.ufg.br
www.ouvidoria.ufg.br
 "
###
Maria de Lourdes Rabelo - 
Esta resposta é a mesma, que estão dando a todo mundo. O CCZ entrega estes animais a UFG,  a pedido da mesma, para estudarem nos mesmos, sem anestesia. Se eles falam que recebem os animais já maltratados, então por que será que eu consegui tirar as fotografias, no canil da UFG, com cães em estado lastimável, uns comendo os outros, pois passam fome e sede, são abertos várias vezes, e, os jogam pra morrer dentro do canil. O CCZ de Goiânia está descumprindo totalmente a lei também, assim como a UFG, leia a lei 9.605?98, artigo 32, para você se informar melhor. Faculdade de medicina estuda em cadáveres humanos, em bonecos, e, em vídeos 3D, que é o que fazem outras Universidades.
O reitor teve a coragem de responder em um e-mail, que é mais econômico para a faculdade, estudar em animais. É um absurdo isto. Falta de ética, caráter, nem sei que médicos se formarão nestes cursos, pois da forma como estudam, é porque são totalmente insensíveis.
. Tenho pavor, de cair nas mãos destes médicos, e, destes futuros médicos, nem sei se deveria chamar de médico, quem faz um negocio destes. Eu gostaria muito, que ele me recebesse, e, me dissesse na minha cara, que estou mentindo, pois eu provo na hora. O pior, é que ele está falando pra todos os estudantes da UFG, que isto é mentira, e, muita gente, ao invés de ir atrás da noticia, como você fez, acredita nele, e, sai dizendo que isto não existe na UFG. Lamentável tudo isto, Mas, isto não vai ficar assim, um dia a gente consegue acabar com isto. Já denunciei a UFG, duas vezes, a primeira, no MPE, em 2004, o promotor Dr. Marcelo, arquivou, depois denunciei em 2008, no MPF, mas o procurador, Dr. Adrian, também, pediu arquivamento. Se, as próprias autoridades, que teriam que cumprir com a lei a estão descumprindo, se pode pensar que tem algo por trás disto tudo. E, se este reitor, mais uma vez, disser aos estudantes da UFG, que eu estou mentindo, eu o processo. Ou ele para com esta crueldade, e, fala a verdade, ou eu o denuncio de novo, vou denunciar até achar alguma autoridade competente, que não arquive uma representação repleta de provas. Um dia eu acho, é peça rara aqui, mas, eu vou achar. 


###
José Franson - Uma pergunta - Porque estes futuros "doutores" não treinam em si próprio ou em seus parentes próximos, se autorizados por eles. Porque só treinar usando os parentes mais distantes, os animais, que igual a eles, tem sentimentos, sentem dor, angustia, tristeza, e se apegam a vida com com todas as suas forças?  Porque ???  Porque???. Desculpem, mas não consigo continuar o comentário...



Campanha nacional permanente - “Fecha canil do CCZ - Tortura nunca mais” Eu aderi. (cole o slogan/link no email, blog, seja criativo)




25 comentários:

Elaine Figueira disse...

Pessoas, primeiro vamos ter calma. Pensar. Sei que é facil falar mas se não tivermos calma, faremos bobagens. Acredito na divulgação. Em massa, em todas as redes sociais. Quem tem acesso à midia poderia pedir que se fizesse uma nota, ou algo assim. Ao divulgar teremos outras ideias.

Elaine Figueira disse...

Com relação a fechar o canil do ccz. Tem muitos pelo Brasil que deveriam nem ter sido abertos. Mas em alguns (falo porque eu vivencio isso) é onde o animal encontra respeito, comida (de ótima qualidade), atenção, escovação e por ai vai. Não vou fazer apologias.

Temos que fazer leis sobre vivisecção de animais vivos. Lei federal gente! Projetos de leis que devem ser encaminhados por cada estado. Não é possivel entregar animais para experiências! É a atitude, não os canis que estão prejudicando eles. Os CCZs podem e devem ser melhorados, pois são mantidos com dinheiro público! Nosso dinheiro, então podemos dar pitaco como ele deve funcionar. E acima de tudo! a população tem que saber o que acontece! Ela é responsável pelos impostos, pelo abandono, e juntos podemos pensar em muitas coisas em favor dos animais e meio ambiente, privilegiando todos de uma vez.

José Franson disse...

Amiga Elaine, se tiver ideia ou notícias sobre iniciativas eficazes que podemos tomar, por favor me avisa. fransonvegan@gmail.com . Grato.

Quanto a melhorar os canis dos CCZ, vou tentar escrever matéria sobre o assunto.
Considero todos os Canis de CCZ indefensáveis, por cruelmente aprisionar nossos melhores amigos, se dúvidas restarem amiga Elaine e todos que lerem este comentário, visitem e vejam nos olhos dos amigos que ali estão bem alimentados e escovados a súplica pelo fim do martírio e do encarceramento em que vivem, esta visita poderá mudar a a vida do visitante e a dos prisioneiros, pela atitude que tomarão ao conhecer o que é a maldade humana, que os prefeitos fazem questão de tentar esconder, construindo os campos de concentração CCZ longe das cidades. A alternativa do Projeto postos veterinários é muito, muito mais barato para as prefeituras e não aprisiona nem mata os animais.
Por favor e por amor, leiam, analisem e lutem para que o projeto seja executado em sua cidade.
Grato.

Anônimo disse...

Só tem um jeito: colocar no congresso alguém que se preocupe com os animais, porque esses que estão aí não ligam nem para os animais-humanos (ligarão menos ainda para os pobres animais não -humanos).

Arlindo Alves disse...

meu deus que absurdo!contem cmg!

Teresinha Winter disse...

Precisamos de tudo. Enquanto as campanhas de castração não ocorrem, o que dá pra fazer em Goiânia, já que nem MPE, nem MPF, nem corregedoria, nem judiciário, nada resolve, como ir adiante nisso? A quem podemos recorrer? Se Goiás tem dono, quem pode contra ele? Se o prefeito faz o que quer, vocês acham que ele adotaria esse programa de castração? NÃO SE PODE CONSCIENTIZAR QUEM NÃO TEM CONSCIÊNCIA !!! PAREM DE FALAR EM EDUCAÇÃO, CONSCIENTIZAÇÃO, tem gente que só aprende no pau!!! E como podemos fazer isso? Colocar nas redes, todas, espalhar por todo o país, com os NOMES desses políticos, nomes dos veterinários responsáveis, nomes dos funcionários, nomes dos promotores, dos juízes, enfim, temos de dar VISTA ao que ocorre lá, mas não é a prefeitura que faz, são as PESSOAS que fazem. A prefeitura é só um prédio. Por isso, as acusações tem de ser NOMINAIS, porque são essas porcarias de criaturas que fazem maldades inomináveis. Essas porcarias é que tem de ser denunciadas à opinião pública, já que na justiça não adianta. E assim é em todo o país, a corrupção correndo solta. Mas agora temos condições de espalhar, divulgar, pra que todos saibam. Nada mais de discurso. O que me dá mais raiva é que a lei não serve pra essas porcarias, a gente tem de contar com a "boa vontade" de promotores e juízes!!! Quer dizer que, se algum promotor ou juiz gostar de bicho, tudo bem, mas se não gostar, não precisa cumprir a lei!!! É dose. Essa pouca vergonha tem de ser espalhada, mas tem de constar os nomes, os nomes!!!

Anônimo disse...

TEMOS QUE POR A BOCA NO CONGRESSO URGENTE,PROCUREM O FELICIANO,PESSOAS QUE ESTÃO LÁ A FAVOR DO BEM ESTAR ANIMAL,NÃO PODEMOS CRUZAR OS BRAÇOS E DIZER ¨MEU DEUS¨,

Anônimo disse...

Que absurdo!!! numa Capital tão famosa, no centro oeste. Vamos divulgar nas redes sociaisssss.
Fátima Dantas-João Pessoa-Paraíba

Adote Animais em Marilia/SP disse...

Vou divulgar...sou do Grupo Adote Animais em Marília/SP...somos voluntárias e ajudamos principalmente c divulgações! Nunca vi tanta crueldade como nessas fotos na minha vida! Vou postar agora, sei q mtos vão se horrorizar e postar recados perplexos c a situação! Estamos aqui p somar na ajuda...qlqr coisa, site, e-mail, abaixo-assinado...nós divulgaremos! Precisamos nos manifestar qto a isso urgente! Aqui na cidade temos o centro de zoonoses q autorizou q tirássemos fotos dos animais e divulgássemos p adoção! Todos em canis separados c água e ração...algo diferente já de tantos outros! Aline Franco

blogger disse...

coitadinhos todos os animais mereçem muiiitos respitos....as pessoas que maltrata os animais deviam morrre......e os animais deviam sobreviver...animais fazem parte das nossas vidas...obrigada cuidem dos animais e nao maltratem

Anônimo disse...

É um absurdo tamanha crueldade,me dói na alma.VAMOS GRITAR AOS QUATROS CANTOS DO PAÍS.NALVA CÉSAR- JOÃO PESSOA -PB

Anônimo disse...

Devemos lutar por leis federais, vamos todos se juntar e lutar pelos animais...espero que todos divulgue em massa o que se passar nesse país de vergonha...isso é muito cruel...algum animal chegar a ter um final tão cruel assim...vamos divulgar...vamos passar para as pessoas e pedir mesmo que façam a divulgação do que esses bandidos são capazes de fazer com os nossos animais tão bons de coraçãp!!!

Paulino disse...

MEU DEUS DO CÉU... QUE DEPRESSÃO E TRISTEZA ME DEU AGORA!!! A MINHA IDÉIA É PEGAR AS PESSOAS DESGRAÇADAS QUE FAZEM ISSO E FAZER IGUAL NELAS... SÓ PRA SABER SE DÓI NELAS COMO DÓI NELES...

Eliana Moser disse...

É muito abandono...

Anônimo disse...

BOA TARDE NOME É CLAUDIO SOU VICE PRESIDENTE DE UMA ASSOCIAÇAO DE DEFESA DOS ANIMAIS EM CATALÃO GOIAS A 300 KM DE GOIANIA. JA TIVEMOS INFORMAÇOES DESSA CARNIFICINA.AQUI ACABAMOS COM A CARROCINHA MAS TODOS OS DIAS ENFRENTAMOS DEZENAS DE PROBLEMAS. COM A RELAÇAO A GOIANIA NAÃO ACREDITO EM PODER PUBLICO, POLITICOS, JUSTIÇA NADA DISSO. SO TEM UM JEITO DE DIVULGAR A FUNDO ESSE HOLOCAUSTO REALIZAR UMA GRANDE MANIFESTAÇAO E IR PARA PORRADA SE PRECISO FOR. É PRECISO MORRER UM POUCO DE HUMANOS PARA PODER VALORIZAR A VIDA DOS ANIMAIS. SEI QUE FALAR É FACIL MAS ME DESCULPEM NÃO ACREDITO MAIS NA HUMANIDADE QUE SEM MEDO DE ERRAR CAMINHA AS PASSOS LARGOS PARA SEU FIM

Anônimo disse...

Eu penso que são poucas as pessoas nesta Terra que não serve ao Demônio. Os descendentes do Demônio como fala a Biblía são os Nefilins que é um povo formado aqui na terra por anjos caídos que procriaram e se multiplicaram com mulheres da terra. Então, só nos restam VOMITARMOS e morrermos para descansarmos porque tenho 46 anos e há pelo menos 40 eu sofro de Depressão, já tentei suicídio várias vezes por ter nojo da raça humana...

Anônimo disse...

me desculpem esses montros naõ merecem ser clamados de humanos..humanos são nossos queridinhos nossos melhores amigos, Deus volta logo para acabar com tanto sofrimento...

Anônimo disse...

Meu Deus, como alguém consegue fazer uma coisa dessas e dps dormir à noite...?? Qual a diferença entre um "estudante" desses e um bandido, torturador????

Anônimo disse...

Tudo isso é uma besteira, sendo alimentada por mentes insanas como a da nossa querida amiga JULIA BERARDO ,turma 58 ufg vet.

É SO PROVAR POHA ! FALAR ATÉ PAPAGAIO FALA ! ( J U L I A e sua turma de doentes )

Anônimo disse...

Teresa Cristina, isso não acontece na UFG sou aluna de veterinária da UFG e garanto que isso não ocorre! Essas fotos não foram tiradas da universidade, e esse boato surgiu através de uma caloura mal informada que também pensou que fosse verdade tudo isso, mas não é verdade..
A caloura que espalhou essa noticía falsa, pediu desculpas para a universidade e docentes em uma retratação pública pelo site da escola de medicina veterinária na UFG.. vejam só http://www.vet.ufg.br/?noticia=1317245516&site_id=65
por favor ajudem - nos a divulgar a verdade, ajudem - nos a desmentir essa barbaridade que está denegrindo tanto nossa faculdade. INJUSTAMENTE! obrigada .

Rafael Almeida disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Rafael Almeida disse...

Sobre Boatos de maus tratos aos animais que estão espalhando que estão espalhando.
Em primeiro lugar somos veterinarios e sabemos os deveres da nossa profissão.
Qualquer experiencia feita com animais tem que passar antes pelo conselho de etica.
Esse boato começou com uma caloura mal informada, e a noticia gerou uma repercursão na internet.
Chega! Antes de julgarem, visitem a nossa instituição, la voçes veram que existem profissionais capacitados que seriam incapazes de fazer esse tipo de barbaridade como estão dizendo.
Ai em baixo tem uma retratação da aluna pelo engano cometido.
http://www.vet.ufg.br/?noticia=1317245516&site_id=65
EVZ - Escola de Veterinária e Zootecnia
www.vet.ufg.br

José Franson disse...

Amigo Rafael, os conselhos de ética não são reconhecidos pelos protetores de animais, são fachadas para justificarem os assassinatos cruéis e ignominiosos que as faculdades medievais e atrasadas praticam. Vamos evoluir, vamos sair do atraso antiético.

CLAUDIA disse...

POR ISSO NOSSO PAÍS ESTÁ DO JEITO QUE ESTÁ, NINGUEM RESPEITA NINGUEM, COMO PODEMOS CONFIAR NESSE TIPO DE PESSOA QUE SE FORMAM ATRAVÉS DO SOFRIMENTO DE UM SER INOFENCIVO, DEVERIAM FAZER ISSO COM SEUS FAMILIARES, QUEM SABE A PARTIR DAÍ ELES TERIAM UM POUCO MAIS DE CONSIDERAÇÃO PELO SER QUE VIVE, TO ENOJADA DE VER ESSAS FOTOS E MAIS EU GOSTARIA QUE TAIS PESSOAS SOFRESSEM, COM MUITA DOR E ACABASSEM COMIDOS PELOS ANIMAIS, ABSURDO

Anônimo disse...

COITADINHOS QUE PENA! EU TAMBÉM ESTOU MUITO TRISTE! VÃO PROCURAR COM QUE SE OCUPAR SEUS ZOOCENTRISTAS... DOENTES! VÃO PROCURAR UM PSICOLOGO OU PSIQUATRA....ISSO NÃO É NORMAL! SÃO RIDCIULAS SUAS ARGUMENTAÇÕES EM DEFESA DOS ANIMAIS! VÃO PROCURAR ALGO MAIS ÚTIL A FAZER! QUEREM APARECER PONHAM UMA MELANCIA NA CABEÇA.

RIDICULARIDADE DAS GRANDES ISSO!